Centro-Oeste – Pré Moldados

Notícias

 

As exportações brasileiras de carne bovina avançaram 25% em fevereiro, para 127 mil toneladas, ante as vendas externas de 98 mil toneladas registradas em fevereiro de 2015. Em receita, a alta foi de 9%, somando US$ 490 milhões. Os dados são da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e consideram a carne in natura, industrializados, cortes salgados e miúdos.

No comparativo mensal, as exportações registraram uma recuperação ainda mais significativa. O comércio externo do segmento avançou 27% em volume e 30% em faturamento ante o verificado em janeiro deste ano.

De acordo com a Abiec, Hong Kong continua na liderança das compras de carne brasileira, com mais de 33 mil toneladas e faturamento acima de US$ 119 milhões. A União Europeia ocupa a segunda posição, com mais de 10 mil toneladas enviadas e faturamento de US$ 62 milhões.

No acumulado do ano, foram exportadas 226 mil toneladas de carne bovina, volume 12% superior ao verificado no primeiro bimestre do ano passado. Já a arrecadação dos dois primeiros meses foi 2% menor, somando US$ 866 milhões.

O crescimento das exportações em fevereiro já era esperado, segundo a Abiec, e vem confirmar a expectativa positiva para o ano. “O cenário para este ano segue em alta. Já vemos uma recuperação nesses dois primeiros meses, comparado com 2015, o que deve se manter ao longo deste ano”, afirmou, em nota, o presidente da associação, Antônio Jorge Camardelli.

Segundo levantamento da Abiec, a carne in natura foi a categoria de produtos brasileiros mais importada no mundo, com faturamento de US$ 389 milhões. Entretanto, em comparação com o mês de janeiro de 2016, o segmento que apresentou maior avanço foi o de carnes industrializadas, com aumento de 76% em faturamento e 48% em volume

fonte: http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2016/03/exportacao-de-carne-bovina-avanca-25-em-fevereiro-informa-abiec.html